PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Oncogenética: testes de DNA permitem detectar câncer precocemente

Roberto Kalil

17/02/2020 04h01

Hoje trago um tema novo e de extrema importância: a oncogenética

Para quem não sabe, trata-se do estudo dos genes relacionados ao maior risco de desenvolvimento de tumores hereditários.  O nosso DNA guarda uma infinidade de códigos. São mais de 3 bilhões de letrinhas que determinam o funcionamento de todo o corpo humano.

Assim, se há casos de câncer na família e, por isso, em tese, filhos ou netos têm mais chances de desenvolvimento da doença, a oncogenética é o caminho que permite diagnóstico e providências ainda mais precoces – isto, claro, após avaliação específica de um oncogeneticista.

Mas, novamente, é importante lembrar: a avaliação genética não é para todo mundo. É indicada apenas para quem já teve algum tipo de câncer ou há casos da doença na família. 

Uma boa notícia é que os testes específicos para detecção destes marcadores genéticos ficaram mais baratos.

E para explicar esse assunto, hoje converso com a médica geneticista e coordenadora do departamento de oncogenética do Hospital Sírio Libanês, Maria Isabel Achatz.

Convido a todos para assistir ao vídeo acima.

 

Sobre o Autor

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ‘Encontro’, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Sobre o Blog

Professor titular de Cardiologia, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Roberto Kalil Filho vai falar sobre saúde do coração, e de outros temas relacionados a bem-estar, como longevidade, exercícios físicos e alimentação saudável. Dr.Kalil, que também preside o Instituto do Coração (InCor) e dirige o Departamento de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vai compartilhar sugestões para que os brasileiros vivam mais e melhor. E não é difícil. Segundo ele, basta ter uma rotina equilibrada e cuidar bem do coração.

Blog do Roberto Kalil