PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Mulheres: infarto mata dez vezes mais do que câncer de mama

Roberto Kalil

10/02/2020 04h00

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte em todo o mundo: mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa.

Infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e doenças relacionadas a hipertensão são graves. Para as mulheres, tais condições podem ser ainda preocupantes, uma vez que, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, pelo menos metade da população feminina não conhece seus níveis de colesterol, por exemplo.

E a causa é tão importante que, anualmente, a Sociedade Americana de Cardiologia (American Heart Association) realiza o icônico desfile de moda Heart Truth's Red Dress Collection – que este ano aconteceu na última quarta-feira, dia 5 de fevereiro, em Nova York – para chamar atenção para a causa e prevenção.

Infarto mata dez vezes mais que o câncer de mama. E para falar sobre o tema com foco na população feminina, convidei a médica cardiologista Walkiria Ávila, chefe do Setor de Cardiopatia, Gravidez e Planejamento Familiar do Instituto do Coração (InCor), e membro da diretoria do Departamento de Cardiologia da Mulher da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

Convido a todos para assistir ao vídeo acima.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre o Autor

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ‘Encontro’, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Sobre o Blog

Professor titular de Cardiologia, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Roberto Kalil Filho vai falar sobre saúde do coração, e de outros temas relacionados a bem-estar, como longevidade, exercícios físicos e alimentação saudável. Dr.Kalil, que também preside o Instituto do Coração (InCor) e dirige o Departamento de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vai compartilhar sugestões para que os brasileiros vivam mais e melhor. E não é difícil. Segundo ele, basta ter uma rotina equilibrada e cuidar bem do coração.

Blog do Roberto Kalil