PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Janeiro Branco e a importância de estar atento à saúde mental

Roberto Kalil

27/01/2020 04h00

Certamente você já ouviu falar nas campanhas "Outubro Rosa", sobre a conscientização contra o câncer de mama, ou "Setembro Vermelho", sobre a importância de estar atento e prevenir as chamadas doenças cardiovasculares.

Associar uma cor a um mês do ano se tornou uma ferramenta importante para chamar a atenção sobre diversas questões de saúde. Por isso, hoje venho falar sobre Janeiro Branco e a importância de cuidar da saúde mental.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo. Somente no Brasil são, pelo menos, 11 milhões de pessoas que sofrem com a doença. Isso sem falar dos transtornos de ansiedade. Ainda de acordo com a organização somos o país com o maior número de pessoas ansiosas no mundo: 18,6 milhões. 

A doutora em Saúde Mental pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), especialista em Psicologia da Saúde pelo Hospital das Clínicas (HCFMUSP), Maria Alice Fontes explica que dificilmente buscamos ajuda de psicólogos ou psiquiatras. As condições de saúde mental acabam sendo negligenciadas.

No vídeo acima, converso com a psicóloga sobre o tema e estas questões. Convido a todos para assistir. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre o Autor

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ‘Encontro’, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Sobre o Blog

Professor titular de Cardiologia, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Roberto Kalil Filho vai falar sobre saúde do coração, e de outros temas relacionados a bem-estar, como longevidade, exercícios físicos e alimentação saudável. Dr.Kalil, que também preside o Instituto do Coração (InCor) e dirige o Departamento de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vai compartilhar sugestões para que os brasileiros vivam mais e melhor. E não é difícil. Segundo ele, basta ter uma rotina equilibrada e cuidar bem do coração.

Blog do Roberto Kalil