PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

A cada dois dias uma criança morre afogada em casa; previna o problema

Roberto Kalil

16/12/2019 04h00

Olá! Hoje quero chamar a atenção para um tema pouco difundimento e, sobre o qual, boa parte da população desconhece a incidência de mortalidade: afogamento.

Você sabia que, diariamente, 16 brasileiros morrem em decorrência de afogamento? E que, entre todas as causas de morte possíveis, afogamento é a segunda que mais vitimiza crianças entre 1 e 4 anos? Além disso, cada dois dias, uma criança morre em acidente com água em casa, principalmente em piscina. 

Também é a terceira causa de morte entre crianças de 5 e adolescentes de 14 anos; e a quarta causa que vitimiza  adolescentes de 15 e 19 anos. Os dados são alarmantes, sim. E isso acontece, geralmente, por falta de educação.

Por isso, prevenir é salvar. Precisamos educar para não se afogar.

E, para falar sobre a chamada 'Cadeia de Sobrevivência no Afogamento', convidei o Dr David Szpilman, diretor médico da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático. Convido a todos para assistir ao vídeo acima.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre o Autor

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ‘Encontro’, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Sobre o Blog

Professor titular de Cardiologia, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Roberto Kalil Filho vai falar sobre saúde do coração, e de outros temas relacionados a bem-estar, como longevidade, exercícios físicos e alimentação saudável. Dr.Kalil, que também preside o Instituto do Coração (InCor) e dirige o Departamento de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vai compartilhar sugestões para que os brasileiros vivam mais e melhor. E não é difícil. Segundo ele, basta ter uma rotina equilibrada e cuidar bem do coração.

Blog do Roberto Kalil